29 outubro 2014

Freak e "Eu Não Sei"

Uma das palavras mais difíceis de dizer é "Eu não sei". Por quê? Porque a maioria das pessoas coloca os interesses próprios em primeiro lugar. Nesse caso, o preço de dizer "Não sei" é mais alto do que estar errado. Um freak, traduzido por "aberração", quer dizer indivíduo que pensa pela própria cabeça, evitando seguir passivamente a maioria. 

Quanto tempo não se ganha dizendo simplesmente "eu não sei"? Um freak deve "Pensar sob um ângulo diferente, com outros músculos, outras expectativas; e não com medo nem favoritismo, nem otimismo cego nem ceticismo amargo". A maioria, contudo, prefere seguir o rebanho, aceitando passivamente o status quo, pois pensar pode desgastar os neurônios. 

Alguns pensamentos 

"Os problemas fáceis evaporam; os difíceis é que persistem."


"Poucas pessoas pensam mais de duas ou três por ano. Eu ganhei fama internacional pensando uma ou duas vezes por semana." (George Bernard Shaw)

"Todo mundo tem direito a suas próprias opiniões, mas não a seus próprios fatos." Daniel Patrick Moynihan

"Previsão é muito difícil, especialmente tratando-se do futuro." (Niels Bohr)

"Pessoas inteligentes gostam de fazer previsões que soem inteligentes, mesmo que possam estar erradas." 

"Não é porque você é muito bom em alguma coisa que será bom em tudo."

Ultracrepidanismo é o "hábito de dar opiniões e conselhos em questões alheias ao seu conhecimento ou competência".

"Muitas ideias obvias só são óbvias a posteriori, depois que se deu ao trabalho de investigá-las, para demonstrar que estavam certas (ou erradas)."

Fonte de Consulta 

LEVITT, Steven D. e DUBNER, Stephen J. Pense como um Freak. Tradução de Clóvis Marques. Rio de Janeiro: Record, 2014. 




Nenhum comentário: