11 novembro 2011

Greve de Estudantes da USP: Reclamando a Parte do meu Imposto

Estudante tem o direito de entrar em greve? Quem é o mais prejudicado? Por que os estudantes de escolas particulares não entram em greve? Estas três perguntas bastam para exercitarmos o nosso pensamento de cidadania.
Qual o dever do escolar? É assistir às aulas, tomar notas, estudar, passar de ano, pesquisar, formar-se numa profissão. Nesse caso, fazendo greve, o mais prejudicado é ele mesmo, desde que sua intenção seja a de se formar em uma profissão.
Ao se apropriarem e depredarem um bem público, eles nos lesaram em uma parte do imposto que todos nós pagamos. Quero o meu imposto de volta.
ver mais

Livro Impresso Versus E-readers

O surgimento dos meios eletrônicos, principalmente dos e-readers, com capacidade de carregar dentro de si uma biblioteca inteira, despertou a ideia de que o livro impresso iria se acabar, sendo substituído pelo e-reader. Isso, porém, não ocorreu, e o mercado do livro impresso continua mais pungente do que nunca. Há razões para tal fato.

1) Os e-readers são caros, comparativamente aos livros impressos. Além disso, deve ser trocado a cada 2 ou 3 anos, devido às novas tecnologias. O livro, em regra, dura muito mais tempo.

2) Os e-readers não podem ser molhados, não podem ser carregados para uma praia. Os livros podem suprir essas deficiência.

3) Os e-readers levam uma biblioteca dentro de si. Para que serve isso, se o seu proprietário não irá ler todos os livros armazenados?

Conclusão: os e-readers são meios, complementos aos livros impressos. Eles servem para fins de informação. Exemplo: consulta rápida numa viagem de avião. Para nos aprofundarmos em alguns assuntos, o livro impresso torna-se obrigatório.

Em síntese: a tecnologia dos e-readers vem para auxiliar, não para tomar o lugar do livro impresso.

Para mais informações, consulte O Futuro do Livro Impresso e as Editoras, por Plínio Martins Filho, no livro Revista do Núcleo de Estudo do Livro e da Edição.
ver mais

07 novembro 2011

A Propagação das Notícias

Na sua coluna de 06/11/2011, Ethevaldo Siqueira, fala-nos sobre a velocidade das informações, que cresce a cada momento.

Em se tratando da internet, a primeira interligação entre dois computadores ocorreu no dia 21 de novembro de 1961. A partir de 1991, trinta anos depois, já havia mais do que alguns milhares de usuários da web no mundo, a maioria dos quais era de acadêmicos e militares. A barreira do primeiro bilhão de usuários é quebrada em 2004. O segundo bilhão é ultrapassado em 2010.

O artigo completo está em:

http://blogs.estadao.com.br/ethevaldo-siqueira/2011/11/05/a-velocidade-das-noticias/
ver mais

06 novembro 2011

Ascensão dos Dispositivos Móveis

NFC, Near Field Communication, ou em português, Comunicação em Área Próxima. Esse é mais um novo recurso que está sendo incorporado aos celulares, a tecnologia que transformará seu celular em um cartão de crédito. Com ela, você poderá comprar bilhete de metrô e trem, pagar compras e até adquirir ingressos para shows, apenas usando o smartphone.

Para mais informações, entre em:

http://olhardigital.uol.com.br/produtos/central_de_videos/nfc_a_tecnologia_que_transformara_seu_celular_em_um_cartao_de_credito
No jornal O Estado de São Paulo, domingo, 6 de novembro de 2011, p. B17, há a seguinte reportagem: “Brasileiros levam pagamento móvel para a Nigéria”.
Para mais informações, clique em:
A explosão do celular
No mundo das comunicações, o recorde mais impressionante, entretanto, tem sido o do celular. Lançado comercialmente no início da década de 1980, ele alcançou o primeiro bilhão em 2001. O segundo bilhão, em 2004. O terceiro, em 2006. O quarto, em 2008. O quinto, em 2010. E, no final deste ano, serão 6 bilhões. Em 2018, o mundo deverá ter mais celulares do que habitantes.
Extraído de: http://blogs.estadao.com.br/ethevaldo-siqueira/2011/11/05/a-velocidade-das-noticias/
ver mais

Relatório Doing Business 2012

No relatório Doing Business 2012, divulgado pelo Banco Mundial, o Brasil ocupa a 126ª posição, em uma lista de 183 nações. Dentre os itens considerados, o pagamento de impostos fica no 150º lugar. A complexidade de impostos é o principal entrave para que o Brasil possa atrair mais negócios.
Para mais informações, entre em:
ver mais

04 novembro 2011

Os Encapuzados da USP

Onde a educação brasileira poderá chegar com seus “alunos encapuzados” (alguns), que depredam o patrimônio público? Realmente, dá o que pensar. Um lugar destinado a formar pesquisadores e divulgadores da ciência, para todos os cantos do mundo, vê-se manchado por um grupo de pessoas que escondem o seus rostos.
ver mais